Rachel Macpherson é escritora freelancer, criadora de conteúdo e treinador pessoal certificado

Publicado em 23/02/23 11:21

Neste artigo

Outros fatores que devem levar em consideração a conclusão final

Construir músculos e força oferece muitas vantagens e, além de perder peso.
Continue lendo para descobrir o que eles disseram.

Conhecido com o especialista

Hannah Klausen – Diretora de Coaching na Macros Inc. e Certified Nasm Personal Coach.

Atletismo pesado para perda de peso

O treinamento progressivo é a chave para resultados constantes.

  • A ciência também está do lado do levantamento de peso: embora os exercícios cardiovasculares queimem mais calorias durante a mesma duração do exercício, o levantamento de peso pode levar a uma maior perda de peso. Levantar pesos altera o seu metabolismo para um melhor equilíbrio do peso corporal. A ciência também mostra que depois de levantar pesos, você pode queimar mais calorias durante 24 horas ou mais após o treino. Isso pode levar ao aumento da queima de calorias ao longo do tempo e à perda de gordura. Além do mais, o levantamento de peso mantém a massa corporal magra durante a perda de peso, mantendo o seu metabolismo em um nível mais alto do que seria de outra forma, provavelmente levando a uma perda de peso mais sustentável e a longo prazo.
  • O levantamento de peso também desempenha um papel bastante significativo na nossa longevidade à medida que envelhecemos, promovendo um bom equilíbrio e ossos fortes.“Embora o levantamento de peso possa não queimar tantas calorias como, digamos, uma aula de spinning, ainda pode produzir melhorias significativas num investimento relativamente pequeno de tempo ao longo de uma semana”, diz Clausen.

Cardio para perda de peso

Segundo Rhodes, existem vários motivos pelos quais o cardio é a melhor escolha para perder peso.“Fazer cardio em intensidade baixa e constante, chamada de estado estacionário, ajudará a queimar gordura e ao mesmo tempo fortalecer o músculo cardíaco”, diz ele.

Com o treinamento cardiovascular regular, os benefícios tornam-se ainda mais significativos.“Quando você faz exercícios cardiovasculares por um longo período de tempo, isso pode sinalizar ao seu corpo para aumentar o número de mitocôndrias, ou organelas nas células responsáveis ​​pelo fornecimento de energia”, explica Rhodes.

As mitocôndrias convertem gordura em trifosfato de adenosina (ATP), que alimenta muitos processos importantes no corpo, bem como a energia que você precisa para se exercitar.” “Você também pode notar mudanças em sua resistência aeróbica e muscular geral”, acrescenta Rhodes. Aumentar a resistência aeróbica e muscular impulsiona outros tipos de atividade física, permitindo um melhor desempenho e queimando mais calorias. Esses efeitos também melhorarão seus esforços de levantamento de peso.”

Não se esqueça do importante efeito psicológico.“A maioria de nós tende a se sentir muito bem depois de correr, girar ou nadar, o que por sua vez ajuda a melhorar nosso humor e a combater o estresse em geral. Esses são fatores muito importantes em nossa capacidade de nos mantermos motivados e focados em fazer mudanças.” “, diz Clausen.

Segundo Clausen, outros benefícios do cardio incluem redução da pressão arterial, diminuição da frequência cardíaca em repouso, melhoria do consumo de oxigênio e aumento da densidade mitocondrial.

Cardio vs levantamento de peso para queima de gordura

Ao comparar levantamento de peso e cardio para perda de gordura, o quadro não é tão preto e branco. Afinal, ambos fazem parte de qualquer estilo de vida saudável e proporcionam benefícios únicos para perda de peso e muito mais.

“Quando você pergunta o que é melhor para perder gordura, depende de com quem você está conversando e de seus objetivos de longo prazo. Em um mundo ideal, as pessoas encontram maneiras de obter um pouco dos dois, mas ainda podem priorizar o que gostam mais. ”, aconselha Clausen.

Rhodes concorda: “O melhor programa é aquele que você consegue seguir por muito tempo. Ambos os programas têm seus benefícios e, idealmente, deveriam fazer parte de um programa de treinamento abrangente”, diz ele. Ele recomenda incorporar tipos de cardio que você não faz atualmente, seja em estado estacionário ou de alta intensidade.

Outros fatores a serem considerados ao perder peso

Perder peso é mais complexo do que apenas um tipo de exercício e envolve outros aspectos do estilo de vida, como sono, estresse e nutrição. Rhodes oferece os seguintes conselhos adicionais:

A nutrição afeta a perda e recuperação de peso: certifique-se de consumir macronutrientes essenciais, incluindo muitas frutas e vegetais, em quantidades que apoiem seu treinamento e recuperação.

Obtenha um sono de qualidade: Perder uma noite de sono pode impactar negativamente o metabolismo e a recuperação da gordura. A falta de sono também pode afetar o apetite e levar a comer demais.

Controle o estresse crônico: O estresse crônico causa uma circulação constante de certos hormônios do estresse (como o cortisol), que podem causar desejo por alimentos com alto teor de açúcar. Isso pode impactar negativamente seus esforços para perder peso.

Mas o mais importante é a consistência e a adesão ao regime.“O que importa é se você pode mudar seus hábitos, aumentar a quantidade total de exercícios, mudar seus hábitos alimentares e mudar suas prioridades para priorizar a saúde e o bem-estar, em vez de apenas a perda de peso”, explica Clausen.

“É importante que antes de alguém decidir fazer algo extremo, pare e pense sobre o que pode realmente realizar com sucesso agora”, acrescenta ela.“Cada passo – não importa quão pequeno seja – é um passo na direção certa e não precisa ser tudo ou nada.”

  • Conclusão final
  • Reduzir o peso, embora seja um objetivo saudável para alguns, por si só não é um indicador de saúde. No entanto, se você deseja obter perda de peso, o levantamento de peso pode se tornar um fator decisivo na perda de quilogramas e sua retenção. Dormir, estresse com estresse e nutrição adequada também são de grande importância.
  • Construir músculos e força ajudará você a aproveitar a vida, aumentar a expectativa de vida e a independência. Comece com exercícios ou exercícios simples com pesos e desenvolva ainda mais, constantemente desafiadores e aprimorados. Aproveite o processo de melhoria da forma física e da saúde, e a perda de peso necessariamente seguirá isso.

Fontes do artigo

Byrdie usa todas as possibilidades para usar fontes de alta qualidade, incluindo pesquisas revisadas por pares, para confirmar os fatos em nossos artigos. Leia nossas recomendações editoriais para saber mais sobre como garantir a precisão, confiabilidade e confiabilidade de nosso conteúdo.

Vechetti IJ, Peck BD, Wen Y, et al. As vesiculas extracelulares musculares causadas pela sobrecarga mecânica contribuem para a lipólise do tecido adiposo. FASEB J. 2021; 35 (6).

Hall K. D., Kahan S. Mantendo o peso descartado e o tratamento longo a longo prazo da obesidade. Med Clin North AM. 2018; 102 (1): 183-197. Doi: 10. 1016/j. mcna 2017. 08. 012

Bellicha A, Baak MA, Battista F, et al. A influência do treinamento na perda de peso, uma mudança na composição corporal e manutenção do peso em adultos com excesso de peso ou obesidade: uma revisão de 12 revisões sistemáticas e 149 estudos. Revisões da obesidade. 2021; 22 (S4).

Clínica de Cleveland. Da cabeça aos pés: vantagens do treinamento cardio. 22 de setembro de 2020

Westerterp KR. Controle do consumo de energia em humanos. Eur J Clin Nutr. 2017; 71 (3): 340-344. Doi: 10. 1038/ejcn 2016. 237

  1. Cooper CB, Neufeld EV, Dolezal BA, Martin JL. Falta de sono e obesidade em adultos: uma breve revisão. BMJ Open Sport Exerc Med. 2018; 4 (1): E000392. Doi: 10. 1080/16546628. 2017. 136179
  2. Van der Valk ES, Savas M, Van Rossum EFC. Estresse e obesidade: existem pessoas mais suscetíveis? Rep. 2018; 7 (2): 193-203. Doi: 10. 1007/s13679-018-0306-y
  3. Rachel Macpherson
  4. Mulheres com pulseiras para perda de peso
Rate article